“Carnaval da Vai Idade!” vai reunir 1200 idosos em Natal


Energia, fantasias e muita disposição. Esta é a tônica do “Carnaval da Vai Idade!” promovido pela Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), nesta quarta-feira (07), das 10h às 15h30, no Clube Atlântico no Alecrim, para 1200 idosos do Centro de Convivência Marly Sarney (Zona Oeste), Ivone Alves (Zona Norte) e de grupos de idosos apoiados pela Prefeitura.
 
A programação contará com baile de carnaval, apresentação da Escola de Música Nossa Senhora da Esperança, com a participação do grupo de idosos da Associação Beneficente de Aposentados, Pensionistas e Idosos do RN (ABAPIA), Banda de Frevo, almoço, lanches, desfile dos idosos, escolhas do Rei e Rainha do Carnaval e do folião e foliã mais animados.
 
“Durante o ano inteiro, sempre com o apoio da gestão municipal, são realizadas diversas atividades artísticas, culturais, recreativas, e desenvolvidos temas sobre direitos, programas sociais, segurança alimentar e nutricional. É importante ressaltar, que a vivência em grupo, as experimentações culturais, esportivas e de lazer constituem formas privilegiadas de expressão, interação e proteção social. Este é o nosso objetivo. Propiciar experiências que estimulem o desenvolvimento da autonomia social dos usuários”, explica a secretária da Semtas, Ilzamar Pereira.
 
O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Pessoas Idosas (SCFVI) compõe a Política Pública de Assistência Social, sendo assim destinado à população que dela necessita. Tem por foco o desenvolvimento de atividades que contribuam no processo de envelhecimento saudável, no desenvolvimento da autonomia e de sociabilidades, no fortalecimento dos vínculos familiares e do convívio comunitário e na prevenção de situações de risco social.
 
Em Natal, o SCFVI é realizado nos grupos de convivência e fortalecimento de vínculos existentes na área de abrangência dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), por meio da Semtas.
 
Para participar do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Idosos, o usuário deve procurar o Centro de Referência de Assistência Social – CRAS para obter informações sobre a oferta do Serviço em seu município. Além disso, o idoso pode ser encaminhado ao CRAS pela rede socioassistencial e pelas demais políticas públicas e/ou identificado por meio de busca ativa. A inserção em serviços de convivência e fortalecimento de vínculos sempre se dá por meio do CRAS.

Nenhum comentário