Multa abusiva revolta e expõe indústria da multa de trânsito no estacionamento do Midway Mall


Um depoimento postado no Instagram por uma mãe que se viu vítima do que classificou de incompetência abre o debate sobre a indústria da multa de trânsito dentro do estacionamento do Midway Mall.
O caso está no perfil de Lorena Rocha (@Lorenarochas), que relatou, em tom perplexo, que viu quando um amarelinho parou sua moto, olhou para o carro dela, que ocupava vaga especial, sacou seu talou de multa e deu a canetada.
Ocorre que Lorena tem filha com síndrome de Down e estava com o cartão que a credencia a utilizar vagas especiais.
“A fiscalização, muitas vezes, é feita por pessoas incompetentes e que trabalham por mera obrigação, como o funcionpario da @prefeituradenatal @carloseduardoprefeito, que prestando serviço a STTU sequer desceu da moto para se certificar se o cartão estava no para-brisa do carro […] não sei sei se devo chamá-lo de preguiçoso ou incapaz, pois julgou muito trabalho descer da sua moto para se certificar que estávamos ali por direito e devidamente documentados” [SIC], escreveu Lorena.
Segundo ainda ela relatou, a administração do shopping, que ela procurou, relatou abusos.
“Procurei o responsável pelo estacionamento do @midwaymall e ele me relatou que realmente estavam tendo muito problema com a ação arbitrária desses senhores da moto amarela que acreditam que mostrar serviço é simplesmente utilizar todo o seu bloco de multas amarelo em um único dia”, escreveu ainda a moça.
Indignada, ela deixou um aviso: “Informo que lamentavelmente mexeu com a pessoa errada, pois não só me certifico como luto pelos meus direitos”.

BLOG DO BG

Nenhum comentário