Montadores da decoração do Natal em Natal estão há 2 meses sem pagamento


Cerca de 60 trabalhadores que atuaram na montagem e na instalação da decoração natalina de Natal entre os meses de outubro e dezembro do ano passado estão sem receber os valores pelos quais foram contratados pela empresa K&R II Promoções e Serviços Artísticos, vencedora da licitação promovida pela Prefeitura do Natal cujo resultado foi publicado no Diário Oficial do Município no dia 17 de outubro.
Na denúncia encaminhada ao Portal Agora RN, a comissão dos trabalhadores lesados, formada por Otávio Fernandes, Raoni da Silva, Maxwell Rodrigues, Eusébio Costa, Paulo Bruno, David Lins e Wendel Araújo, afirma que todos que realizaram as atividades à mando da K&R ainda não receberam seus salários e não tiveram nenhum benefício trabalhista assegurado.
Segundo a comissão, os trabalhadores haviam sido contratados para serem pagos por hora trabalhada, no entanto, pouquíssimas delas já foram quitadas pela empresa. Existem trabalhadores com direito a receber R$ 4,1 mil pelos serviços, mas até o momento só foi ‘beneficiado’ com um vale de R$ 300. No geral, os valores a serem pagos aos trabalhadores variam entre R$ 1 e 4 mil.
“Estamos indignados. Fomos contratados em outubro, trabalhamos de 8h às 22h em vários dias, sem horário pra descansar depois do almoço, e até agora não recebemos nossos salários. Para piorar, o proprietário da empresa bloqueou todos de seu WhatsApp e não atende mais a nenhuma ligação. Ou seja, além de estarmos sem dinheiro, não temos sequer previsão para recebê-lo”, explicou Raoni.
Ainda de acordo com os líderes do grupo, a K&R não assinou as carteiras de nenhum funcionário e não acatou o pedido para pagar os benefícios legais dos trabalhadores, tais como vale-transporte, hora extra e adicional noturno. Além disso, eles alegam ter feito as montagens das decorações na cidade sem o aval do Corpo do Bombeiros, ou seja, sem segurança para tais atividades.
Vereador ameaça entrar com ação no MPT
Uma das partes que também recebeu a denúncia da comissão de trabalhadores da K&R, o vereador de Natal Cícero Martins (PTB) afirmou que está dando um prazo de 7 dias para a empresa realizar o pagamento dos funcionários. Caso o prazo não seja atendido pela contratante, o mandato do petebista entrará com uma ação conjunta no Ministério Público do Trabalho (MPT) em busca dos direitos dos trabalhadores.
“Recebemos com muita tristeza essa denúncia. Como pode uma empresa que foi contratada por R$ 2 milhões deixar estes trabalhadores nestas condições? Eles passaram o Natal sem ter dinheiro para a ceia. Estamos dando este prazo de 7 dias para a contratante e, caso ela não nos dê um retorno, estaremos entrando com uma ação conjunta no MPT para solucionar o problema. Não vamos aceitar isso”, concluiu.

agorarn

Nenhum comentário