Mensalidades escolares tiveram reajuste médio de 9,75% em Natal, aponta Procon


Pesquisa de preços de mensalidades escolares realizada pelo Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Natal), apontou reajuste médio de 9,78% em relação ao ano passado. Foram pesquisadas as mensalidades escolares para 2018 em vinte escolas particulares de Natal, abrangendo os níveis IV e V da Educação Infantil, o Ensino Fundamental e o Ensino Médio. Os estabelecimentos pesquisados foram selecionados dentre os maiores e mais tradicionais da capital, excluindo as escolas que oferecem apenas Educação Infantil.
A pesquisa inclui colégios da Zona Norte, Zona Leste, Zona Sul e Zona Oeste, sendo que quatro das principais faculdades da cidade que oferecem os cursos de Administração, Ciências contábeis, Direito, Pedagogia, Turismo e informática. A coleta de dados foi feita entre os dias 30 de novembro e 06 de dezembro de 2017, e tem como objetivos informar e orientar estudantes e pais nesta época de matrículas para o ano letivo de 2018.
Em uma média geral, o reajuste médio ficou em 9,75%. Os níveis inclusos e seus respectivos reajustes foram: IV e V da Educação Infantil (9,87%); 1º ano do Ensino Fundamental (4,75%); 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental (8,90%); 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental (9,25%); 1º ano do Ensino Médio (9,42%); 2º ano do Ensino Médio (9,31%); 3º ano do Ensino Médio (8,77%).
No nível IV e V, Educação Infantil (equivalentes ao antigo Jardim I e II) registra reajuste médio foi de 9,87%, quatro colégios diferenciam o IV o e V nível, cinco colégios não tem esse nível, e dois colégios não possui informação de comparação com o ano anterior, no entanto oito (8) colégios reajustaram igual ou inferior a 10% e quatro acima de 10%.
No Ensino Fundamental a pesquisa faz distinção em três níveis: 1º ano (antiga Alfabetização), 2º ao 5º ano (equivale ao primeiro grau menor) e 6º ao 9º ano (equivale ao primeiro grau maior). No 1º ano, o reajuste médio é de 9,27%, sendo que em dez escolas o reajuste será igual ou inferior a 10,0%; em sete o aumento ficará entre 10,1% e 12% em relação a 2017.
Do 2º ao 5º ano o aumento médio proposto é de 8,90% quinze escolas reajustarão a mensalidade em até 10% e quatro reajustarão entre 10,1 e 12% o reajuste máximo encontrado.
Do 6º ao 9º ano o reajuste será de 9,25%. Em quinze escolas o aumento será de até a 10%, enquanto em cinco o mesmo será entre 10,1% e 12,00%.
Com relação ao Ensino Médio, a pesquisa foi feita nos três níveis e os resultados foram os seguintes: No 1º ano, o reajuste foi de 9,42%. Dez (10) escolas reajustarão o valor das mensalidades em até 10%; três reajustarão entre 10,1% e 15%; uma reajustará em mais de 15%. Apenas uma  escola reduzirá o valor da mensalidade. No 2º ano, o reajuste foi de 8,86% nove escolas reajustarão o valor das mensalidades em até 10%; onze reajustaram entre 10,1% e 13%; uma teve reajuste a mais de 13%. No 3º ano, o reajuste foi de 8,77% treze escolas reajustarão o valor das mensalidades em até 10%; sete reajustarão entre 10,1% e 12%.
Ensino Superior
Além, das pesquisas de mensalidade da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, o Procon Natal também pesquisou quatro (4) instituições de Ensino Superior particular (UnP, UNI-RN, FACEX, e Maurício de Nassau). A diferença entre o maior e menor valor das taxas de inscrição do vestibular nas instituições pesquisadas chega a 150%. Dentre os cursos pesquisados (Administração, Ciências Contábeis, Direito, Pedagogia, Sistemas de Informação e Turismo), os que apresentaram maior diferença entre o maior e menor valor de mensalidade foram Pedagogia e Ciências Contábeis, com os valores percentuais de 82,26% e 83,93%, respectivamente. O curso de Direito teve diferença de 57,86% entre a maior e menor mensalidade ofertada.

Nenhum comentário