Instalada em Natal a central de passeios de buggy



           Foi instalada nesta sexta-feira (19), a Central de Passeios de Buggy em Natal. Inicialmente os 150 bugueiros credenciados e regulamentado pela Secretaria Estadual de Turismo em parceria com o SINDBUGGY/RN estão estacionando nos Pinheiros da Via Costeira.
             O Intuito desse trabalho é trazer qualidade no serviço e a equiparação dos valores dos passeios.             
Para o Sindibuggy/RN a prestação desse serviço é um avanço porque é a realização de um antigo sonho dos bugueiros. “Existem muitas dificuldades na nossa categoria, mas hoje demos o pontapé inicial para organizar as saídas dos passeios de buggy”, disse o presidente Luiz Thiago Manoel.
Com a implantação da Central de passeios os turistas terão uma maior segurança na compra dos pacotes.


Um comentário:

  1. Os buggies que compõem a categoria BUGGY TURISMO, e que realizam passeios com turistas nas dunas do litoral potiguar, precisam ser completamente eliminados do mercado, devendo ser proibidos de realizar passeios comerciais.

    È imprescindível que as autoridades exijam a sua total substituição por outros tipos de veículos com o nível de segurança adequado à exploração de passeios turísticos.

    São exemplos de veículos adequados:

    - Buggies com gaiola segura;
    - Veículos 4x4;
    - UTVs.

    A situação dos buggies que realizam passeios turísticos nas dunas do RN é tão ruim que, além do fato dos veículos serem inseguros e totalmente ultrapassados, eles não são devidamente inspecionados pelas autoridades competentes, que parecem não dispor de recursos suficientes para desempenhar essa atividade satisfatoriamente, considerando a demanda.

    De modo que a maioria desses veículos é muito antiga, recebe manutenção precária ou quase inexistente, possui diversas adaptações inseguras e não provê segurança suficiente para o turista, expondo-o bastante a acidentes fatais e muito graves.

    Esses buggies possuem cintos de segurança só de enfeite, que são incapazes de cumprir a sua função conforme o esperado. Além disso, o banco traseiro é mal posicionado, e favorece danos nos passageiros em caso de batida ou de virada. O santo antônio, que deveria funcionar como uma gaiola de sobrevivência para o motorista e os passageiros, não tem eficiência alguma, pois ele consiste apenas de duas barras de aço apoiadas de cada lado em 3 pontos na fibra do buggy. Sendo assim, os ocupantes do buggy ficam muito vulneráveis, sujeitos a ferimentos, principalmente nos braços, cabeça e tronco.

    A gaiola de proteção deveria cobrir todo o espaço ao redor dos passageiros, e ser reforçada de forma a não deformar em caso de batida ou de capotamento. E ser apoiada não na fibra, mas sim ter um fechamento de aço por baixo da fibra, assegurando que a gaiola envolva completamente o habitáculo do buggy, desde abaixo do assoalho até acima da cabeça dos ocupantes.
    Os cintos de segurança deveriam ser reposicionados e ser retráteis com carretel travante, e fixados na gaiola de proteção.
    Os bancos deveriam ser devidamente instalados, com fixação na porção inferior e também lateral da gaiola.

    E isso é apenas o mínimo do mínimo do mínimo que um buggy deveria possuir em termos de equipamentos de segurança, para poder VIABILIZAR a exploração comercial de passeios com turistas.

    A sociedade e as autoridades deveriam ter senso de responsabilidade e agir imediatamente, começando com a elaboração de um cronograma para substituição de toda a frota de buggies que realizam passeios turísticos.

    O turista tem o direito de escolher o tipo de veículo mais interessante para o seu passeio, considerando o seu perfil (idade, limitações físicas, personalidade), portanto a única conclusão lógica, inteligente e de bom senso possível é: A CATEGORIA BUGGY TURISMO DEVERÁ SER EXTINTA DO PORTFOLIO DE PRODUTOS TURÍSTICOS DO RN, devendo a mesma ser substituída pela nova categoria OFFROAD TURÍSTICO.

    Os órgãos de fiscalização deverão se preparar para atuar conforme essa nova realidade.

    Chega de acidentes e de mortes provocadas pelos ultrapassados e inseguros buggies!

    ResponderExcluir