Banheiros públicos das praias de Natal estão sujos de fezes e impróprios para uso


Os veranistas, nativos ou turistas, que desejarem utilizar os banheiros construídos ao longo da orla das praias em Ponta Negra terão uma ingrata surpresa: parte deles está quebrada e fechada, e as toaletes cujas portas estão abertas evidenciam um descaso assustador (e nojento): espalhados pelos pisos, estão dejetos e fezes dos banhistas que se surpreenderam ao perceber que os sanitários não funcionavam e que, apertados, não teriam escolha a não ser se aliviar ali mesmo.
Ao todo, 12 banheiros públicos existem na extensão do calçadão das praias em Ponta Negra e Areia Preta. Destes, três estão fechados e os nove restantes em condições precárias. Os sanitários da orla de Natal foram inaugurados em 2015, como parte das ações de urbanização das praias urbanas da capital.
O quadro é surreal. Não bastassem as sujeiras comuns de pedaços de papel e garrafas jogadas no chão, quem ousar entrar nos banheiros instalados pela Prefeitura de Natal terá uma mão cheia de dilemas para resolver: o cheiro; o desconforto; a inexistência de higiene; o chão sujo de fezes e a falta de água para descarga.
Os banheiros sujos e impróprios têm potencial para prejudicar não apenas a população comum da cidade, mas até mesmo quem poderia resolver o problema. Como divulga várias vezes por meio de sua conta pessoal no microblog Twitter, o prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) tem o costume de realizar passeios matinais pela orla da Praia de Areia Preta e além. Caso precise utilizar o banheiro com urgência, este é o retrato que o prefeito vai encontrar da sua cidade.
Questionada pela reportagem do Jornal Agora RN, a Semsur se manifestou explicando que, atualmente, há dois processos licitatórios referentes à administração dos equipamentos – sendo um destinado à restruturação e o outro da privatização dos banheiros, porém, não há previsão para resolução dos problemas. Confira a nota enviada pela secretaria:
As orlas de Natal contam com 12 banheiros públicos. Sendo seis em Ponta Negra e seis na Praia do Meio. Atualmente a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) está com dois processos licitatórios abertos referentes aos equipamentos.
O primeiro processo é destinado a reestruturação desses locais e o segundo refere-se a privatização dos banheiros. Os dois processos acontecem de forma concomitante. À medida que os banheiros forem reformados, eles serão entregues às empresas vencedoras do processo licitatório para administração privada. A definição das empresas se dará por ampla concorrência.
Atualmente, dos seis banheiros presentes em Ponta Negra, dois estão abertos ao público. Eles foram adotados pela iniciativa privada presente na praia. O restante dos equipamentos estão sendo administrados pela própria Semsur.
Além do processo de reestruturação e privatização dos equipamentos das praias de Ponta Negra e do Meio. Também está prevista a construção de banheiros públicos na Praia da Redinha. O processo em questão é de responsabilidade da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infra-estrutura (Semov).


AGORARN

Nenhum comentário