Rafael Henzel chora de emoção com a classificação da Chape para a Libertadores

A saga da Chapecoense em 2017 se encerrou com uma vitória heroica contra o Coritiba, conquistada após um gol salvador nos minutos finais, que garantiu o time na pré-Libertadores 2018. Um feito e tanto para quem, há um ano, perdeu quase todo o elenco, diretoria e comissão técnica na tragédia do voo da LaMia, na Colômbia. Um ano depois do acidente, coube a Rafael Henzel, um dos sobreviventes, narrar o gol de Túlio de Melo, que colocou a Chape de volta na Liberta.
Narrando o jogo pela Rádio Capital de Chapecó, Henzel se emocionou com o lance decisivo e não segurou as lágrimas.
“O meu coração transborda de felicidade”, diz Henzel, usando uma de suas expressões. “Um ano depois, a Chapecoense chega ao gol da Pré-Libertadores. Gol extremamente importante”, brada o narrador, com a voz embargada.
“Extravase, chore, Rafael”, diz um companheiro de transmissão. E Henzel continua.
“Como tem que ser, na luta, na força, na garra, como foi o ano, como foi a vida dos chapecoenses, que há um ano choravam pelos seus mortos aqui na Arena Condá. E a gente chora de felicidade, de alegria, um ano depois”, diz Henzel, em narração que já nasceu clássica. Ouça abaixo.

Nenhum comentário