Obras do Pró-Transporte na Av. Moema Tinoco serão retomadas nesta sexta

Foto: José Aldenir - Agora RN - 

Paralisadas há quase um ano, as obras que contemplam a Avenida Moema Tinoco, na zona Norte de Natal, e fazem parte do programa “Pró-Transporte”, serão retomadas a partir desta sexta-feira, 15. A informação foi confirmada ao Portal Agora RN pela assessoria de comunicação do Governo do Estado, que revelou que a assinatura da ordem de serviço por parte do governador Robinson Faria (PSD) também será feita nesta sexta como ato oficial para a retomada das intervenções na região.
Segundo o Governo do Estado, as obras agora serão tocadas por uma segunda empresa que fora licitada para este fim. A primeira, identificada como IM Comércio e Terraplanagem, pediu para rescindir o contrato firmado com o Executivo alegando problemas com a Justiça do Trabalho. A nova responsável por continuar as obras do Pró-Transporte será a A.Gaspar, que recentemente assinou vínculo com o Estado e assumiu a responsabilidade pelas intervenções.
Um dos trechos da Moema Tinoco, de cerca de 1,1 km, persiste há 12 anos com problemas de drenagem comprometendo a circulação de carros, principalmente em períodos de chuva. A solução está garantida com os recursos de financiamento do Pró-Transporte, da Caixa Econômica, que inclusive já estão assegurados através do Departamento de Estradas e Rodagens do Rio Grande do Norte (DER-RN). Ao todo, serão investidos R$ 87 milhões em todo o projeto.
Sobre o Pró-Transporte
Inicialmente sob responsabilidade da Prefeitura do Natal em parceria com o Governo do Estado (utilizando verbas de um empréstimo feito junto ao Governo Federal), o projeto do Pró-Transporte foi idealizado em 2005 e desde então se arrasta no Rio Grande do Norte. Ao longo destes 12 anos, o primeiro e único equipamento do projeto a ser entregue foi o viaduto da Avenida das Fronteiras, finalizado no final de 2011, ainda no início da gestão municipal da prefeita Micarla de Sousa (PV).
Pouco tempo depois da entrega do viaduto, o vínculo de empréstimo da gestão estadual com o governo federal não foi renovado. A alegação do poder Executivo nacional foi a de que, devido ao baixo percentual de conclusão, não haviam razões que justificassem a continuidade do investimento. Diante disso, a Prefeitura ficou sem recursos para continuar com o projeto, fazendo com que o Governo do RN, à época liderado por Rosalba Ciarlini (DEM), assumisse o compromisso de tocar as obras, o que perdura até os dias atuais.
Em suma, o Pró-Transporte consiste na criação de dois grandes eixos em pista dupla na Zona Norte de Natal, a maior região da capital potiguar. O primeiro, denominado de Eixo Fronteiras, parte do Gancho de Igapó, precisamente na Av. Tomaz Landim, percorrendo a Av. das Fronteiras, a Av. Rio Doce e a Av. Tocantínea, até o entroncamento com a Av. Moema Tinoco.
Já o segundo grande eixo, chamado de Eixo Moema Tinoco/Conselheiro Tristão, é a continuação do primeiro, ao longo da Av. Moema Tinoco e a Av. Conselheiro Tristão, até o encontro com a Av. João Medeiros Filho (estrada da Redinha), onde será construído o Viaduto da Redinha, que dará acesso à Ponte Newton Navarro. Segundo o último panorama revelado pelo Governo, as obras estavam, 12 anos depois desde a criação do projeto, com 45,6% de conclusão (dados divulgados no mês de janeiro). Ao todo, serão investidos R$ 87 milhões nestas operações.

agorarn

Nenhum comentário