Souza solicita escola de ensino fundamental e médio para comunidade indígena

 

Crédito da Foto: Assessoria de Comunicação
 
O deputado Souza (PHS) solicitou a construção de uma escola, ofertando o nível fundamental e médio na comunidade indígena Mendonça do Amarelão, situada no município de João Câmara e que tem aproximadamente 2 mil moradores, considerada a maior comunidade indígena do Estado.

“Atualmente, a maioria das comunidades indígenas tem um contato muito próximo com a “civilização”, por esse motivo está se tornando mais necessário que eles aprendam como funciona o mundo que está além da sua cultura, e claro, preservando suas raízes e seus costumes”, disse Souza.

De acordo com o parlamentar, o papel da educação nas comunidades indígenas é reafirmar as identidades étnicas, valorizando suas línguas e ciências e garantido aos índios e às suas comunidades, o acesso às informações. “Dessa forma, os índios deixam de ser considerados como uma categoria social em processo de extinção e passam a ser respeitados”.

Souza solicitou ainda a construção de uma sede própria para a Central do Cidadão, no mesmo município. “O prédio onde a Central do Cidadão funciona atualmente é alugado, o que demanda grande despesa para o Estado.

O parlamentar lembrou que no início de 2017, a Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (SETHAS), através do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial, iniciou um projeto para reestruturação do “Programa Central do Cidadão”, o qual deveria ser estendido às demais unidades instaladas no interior, com a construções em locais próprios e reformas nos imóveis de propriedade do Estado.

“A construção de uma sede nova para a Central do Cidadão de João Câmara irá dinamizar e garantir mais conforto aos cidadãos, obedecendo um modelo de gestão que possa garantir à eficácia dos serviços prestados”, falou Souza.

Nenhum comentário