SKOL vai unir pessoas através da música em cidades do Ceará e do Rio Grande do Norte


A cerveja SKOL vai levar música e diversão gratuitamente para mais de 1 milhão de pessoas, em 10 cidades do interior do Ceará e 5 do Rio Grande do Norte. O projeto Conexão Skol faz parte da campanha de verão de Skol e vai valorizar a cultura e a diversidade dos municípios selecionados.

Um caminhão especial preparado para festa rodará as cidades. Ele se transforma em um palco e leva bares que serão instalados na praça. Serão utilizados mais de 1 tonelada de equipamentos de som, luz, e cenografia temática. Na terça-feira haverá uma blitz pelos principais points da cidade. E na quarta-feira será o grande show. A atração é surpresa
Com este projeto, a SKOL quer unir as pessoas e levar diversão de graça para a população. E como a SKOL é fora do quadrado, ao invés de usar um espaço convencional da cidade, os shows acontecerão em praça pública, de forma democrática e gratuita.

Na primeira etapa, o projeto Conexão SKOL passará por Iguatu (14/11), depois segue por mais 14 cidades. “Vamos fazer uma grande festa, com boa música, promovendo diversão e alegria”, conta Gabriella Esper, gerente nacional de marketing de experiência da cerveja.
Outra surpresa são as atrações. Mantidas em sigilo pela produção, as cidades só conhecerão os artistas convidados, na semana do evento. “Queremos valorizar os artistas da região. Uma coisa podemos antecipar, serão shows com o melhor da música nordestina, o Forró”, revela Esper.

O Conexão SKOL ficará em cada cidade durante dois dias.  No primeiro dia haverá uma blitz pelos principais points. No segundo dia, será a realização do show. 

Responsabilidade Social
Além de promover cultura e entretenimento, o projeto Conexão SKOL vai movimentar a economia local nas cidades por onde passar. “Toda operação será realizada por profissionais da região, isso fará com que o dinheiro movimentado no evento, fique na cidade”, ressalta a gerente de marketing.

Todos os ambulantes cadastrados para trabalhar na festa serão treinados para coibir a venda de bebidas alcóolicas a menores de 18 anos, evitar o consumo em excesso ou associado a bebida e direção.

Outra preocupação é com o meio ambiente. Através do operador local, serão feitas parceria com associações de coleta seletiva de cada município. Com isso, todas as latinhas serão destinadas às cooperativas de reciclagem.

Nenhum comentário