Governador destaca avanços na fruticultura e no setor energético na abertura de encontro internacional de negócios


Considerado um dos maiores eventos de aproximação comercial entre países, o XIX Encontro Internacional de Negócios do Nordeste (EINNE) foi aberto oficialmente na noite desta quarta-feira (8), no Holiday Inn Natal. O evento teve a participação do governador do Estado, Robinson Faria, e é promovido pelo Sebrae e Fiern com patrocínio do Banco do Nordeste e apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e outros parceiros.

O Encontro objetiva ampliar exportações promovendo contatos diretos entre empresas compradoras brasileiras e estrangeiras com fornecedores nordestinos com foco em contribuir para a inserção destes negócios no mercado internacional, seja, por exemplo, pelo intercâmbio de inovações e tecnologias ou prospecção de novos insumos e matérias-primas.

Enveredando pelos avanços do RN no que tange as exportações, em sua fala o Robinson destacou o recorde nas exportações de frutas com o patamar de UR$ 136 milhões de dólares, podendo chegar até UR$ 170 somente na fruticultura. “Somos o maior exportador de frutas do país. Tudo isso porque temos políticas públicas, agilizamos a questão das licenças ambientais com emissão de mais de 40 mil licenças, o que fortalece diversos setores que exportam”, disse o governador.

O chefe do Executivo falou, ainda, do fortalecimento do setor energético no estado. “Também temos segurança jurídica na área de energia eólica. Nosso estado é o maior produtor do Brasil nesse tipo de energia e mais da metade dessa produção nasceu na nossa gestão em plena crise”, enfatizou Robinson. Energia é um dos quatro seguimentos que serão contemplados nesta edição do EINNE. Junto dele estão: alimentos e bebidas, além de cosméticos.

Cerca de 150 empresas de todo o Nordeste estarão em Natal até sexta-feira (10) para negociar com grupos estrangeiros nos salões promovidos pelo evento. A expectativa é gerar um volume de negócios da ordem de R$ 25 milhões a partir do Encontro e ampliar a base de exportação dos estados da região. Nesta edição, participam das rodadas 76 compradores (70 deles são estrangeiros de quase 30 países de todos os continentes como África do Sul, Argentina, Espanha, Estados Unidos, China e Arábia Saudita.

Nenhum comentário