Food parks fomentam economia e criam novo espaço gastronômico em Natal


Uma das novas tendências gastronômicas em Natal são os food trucks: trailers e pequenas caminhonetes adaptados para servir comidas práticas, rápidas, mas gostosas. Diante desse crescimento do segmento, Ponta Negra recebeu dois dos maiores food parks para agregar esses veículos impulsionando a economia local e criando um novo espaço gastronômico.

O ex-consultor imobiliário Ricardo Gouvêa observando esse crescimento, decidiu empreender no setor e já é responsável por empregar, direta e indiretamente, mais de 200 pessoas em dois food parks de Ponta Negra. "Os proprietários de food trucks enfrentavam dificuldades para encontrar um local para comercializar seus produtos. Observamos isso e decidimos abrir o primeiro food park de Ponta Negra com todo um conceito paisagístico e que fosse dedicado às famílias. Tanto de Natal, quanto de fora. O sucesso foi tão grande que abrimos o segundo e, graças a Deus, estamos ajudando a movimentar economia da cidade", contou.

Juntos, os food parks Jardim Ponta Negra (em frente ao Camarões) e Casa do Careca (em frente ao Vilarte) abrigam 63 food trucks, gerando mais de 200 empregos diretos e indiretos, além de movimentar toda a cadeia de produção e comercialização de alimentos e insumos alimentícios. Por dia circulam aproximadamente 1500 pessoas em cada uma das praças de alimentação. As duas praças reúnem opções de comida de várias partes do mundo.

Nenhum comentário