“Brasil dá salto rumo ao desenvolvimento”, diz Rogério Marinho


O deputado federal Rogério Marinho (PSDB) comemorou o início da vigência da nova CLT, a qual ele foi o relator do projeto de lei na Câmara. Ele destaca que todos os direitos constitucionais do trabalhador foram mantidos e a lei é implantada com “expectativa de atingir números recordes na geração de emprego no país”.
“A nova lei trabalhista coloca o país no século 21, está equiparada a legislação de algumas das mais importantes nações do mundo e vislumbra um novo horizonte com mais emprego e renda para os brasileiros. O Brasil dá hoje um salto rumo ao desenvolvimento”, disse o parlamentar em comunicado.
Marinho citou alguns pontos da nova lei, como a permissão do parcelamento das férias em até três vezes, desde que seja do seu interesse. Quem não desejar, poderá continuar com 30 dias de férias seguidos como já era anteriormente. O trabalhador também poderá negociar a redução do seu horário de almoço, para que possa sair mais cedo do trabalho. Quem não desejar, pode continuar tirando uma hora inteira de almoço normalmente.
Ele defende que projeto de modernização da lei avançou em questões consideradas importantes para evitar a grande quantidade de ações trabalhistas no Brasil, assim como deu força de lei ao acordado em relação ao legislado. “Ações que garantirão maior segurança jurídica no país tanto para trabalhadores quanto para empregadores, permitindo a atração de mais investimentos no Brasil”, opinou.
O deputado citou estimativa do Itaú Unibanco, para o qual serão criados 1,5 milhão de empregos devem ser gerados nos próximos quatro a nos com a mudança na legislação. “A expectativa é também que o Brasil gere mais riqueza. O Produto Interno Bruto (PIB) per capita, de acordo com o estudo do banco, será influenciado positivamente no período, com um incremento extra de 0,8% a cada ano”, diz o deputado.

Nenhum comentário