Vivaldo mostra preocupação com índices de câncer de mama em mulheres jovens

Crédito da Foto: Eduardo Maia
Em pronunciamento na sessão ordinária desta quarta-feira (04), na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Vivaldo Costa (PROS) falou sobre o Movimento Outubro Rosa, que chama atenção para a prevenção e tratamento precoce do câncer de mama. O parlamentar se mostrou preocupado com os altos índices da doença, registrados, inclusive, em mulheres jovens.

“Eu sou médico generalista, médico de interior, médico de roça, mas me atualizei com a Ginecologia para tratar sobre o tema”, afirmou Vivaldo. “Hoje há uma certeza que não existe prevenção para câncer de mama, existe a descoberta precoce que a pessoa está com câncer de mama e que deve fazer o tratamento o mais cedo possível”, ressaltou o deputado.

Vivaldo ressaltou que é cada vez maior o número de mulheres jovens, na faixa de 20 anos, acometidas de câncer de mama. “É um fato novo. É uma constatação recente”, disse Vivaldo, que considera ser essa uma preocupação maior, vez que a doença acometia mulheres normalmente acima dos 40 anos. “Hoje com 20 anos é muito grande o número aqui no Rio Grande do Norte de acordo com as estatísticas do médico professor Ivo Barreto”, relatou o parlamentar, citando Ivo Barreto, um dos mais antigos oncologistas de mama do Rio Grande do Norte.

Segundo Vivaldo Costa, no tratamento de antigamente a mulher retirava totalmente a mama, ao contrário de hoje onde os médicos só retiram o quadrante e optam pela reconstituição. Vivaldo explicou que o médico Ivo Barreto considera o novo tipo de tratamento um avanço, inclusive, de ordem psicológica, já que uma mulher prefere muitas vezes amputar uma pena a retirar uma mama.

Nenhum comentário