Souza registra início de cirurgias eletivas em Mossoró

Crédito da Foto: Eduardo Maia
O deputado Souza (PHS) registrou em pronunciamento na sessão plenária da Assembleia Legislativa desta terça-feira (17), uma informação que considera muito importante, não só para Mossoró como para toda a região. Trata-se de um mutirão para a realização de cirurgias eletivas das pessoas que estão na fila do Sistema de Regulação (SISREG).

“Registro com satisfação que finalmente vão ser iniciadas as cirurgias eletivas, por meio de um termo de cooperação entre entes públicos que agora será cumprido. O Governo do Estado está investindo R$ 18 milhões e a prefeitura de Mossoró R$ 7 milhões para a realização das cirurgias”, destacou Souza.

O deputado disse ainda que nesta terça-feira foi realizada uma audiência na Justiça de Mossoró, que deu um prazo de 10 dias para a prefeitura apresentar os nomes das pessoas que estão na lista de espera e mais 10 dias para a divulgação do cronograma das cirurgias.

De acordo ainda com Souza, a prefeitura de Mossoró contratou os hospitais Wilson Rosado, Maternidade Almeida Castro e a Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer para a realização dos procedimentos cirúrgicos.
Ainda em seu pronunciamento o deputado dos PHS também registrou outro benefício na área de saúde, que foi a contratação de 10 leitos para dar suporte à UTI do hospital geral Tarcísio Maia.
Estrada

Souza Neto aproveitou o seu pronunciamento para agradecer ao diretor do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Ernesto Fraxe pela operação tapa buracos na rodovia RN-051, que se liga com a BR-406 no município de Poço Branco.
Ao final do pronunciamento, o deputado Souza cobrou do Governo do Estado a assinatura da ordem de serviço para o inicio das obras de construção de uma adutora para beneficiar as comunidades Campestre, Juremal e Vertentes, no município de Baraúna.

“A água será captada num poço profundo que foi perfurado em 2014. Além de abastecer as comunidades, com a adutora será melhorada a distribuição de água na área urbana de Baraúna", concluiu o deputado.

Nenhum comentário