Márcia Maia defende direitos das pessoas idosas em plenário da Assembleia

Crédito da Foto: Eduardo Maia
 
A deputada estadual Márcia Maia (PSDB) se pronunciou, na sessão ordinária desta quarta-feira (4), sobre os direitos das pessoas idosas do Rio Grande do Norte. A parlamentar leu, no plenário da Assembleia Legislativa, uma carta da Associação Rio-grandense Pró-Idosos (ARPI), mencionando uma série de pleitos de potiguares da terceira idade, e fez apelo ao Poder Público para que os mesmos sejam considerados e atendidos.

“A população idosa do nosso Estado tem aumentado nos últimos anos e as ações em favor dela precisam acontecer e aumentar na mesma proporção. Essa carta reúne vários direitos já assegurados por legislações que não estão sendo respeitados. Precisamos unir forças em torno da questão e levar o que está sendo apresentado a sério”, defendeu a deputada em sua fala.

Márcia Maia comentou todos os pontos da carta redigida por Nazilda Dutra, fundadora e coordenadora técnica da ARPI, como o acesso deles a exames, tratamentos de saúde e medicamentos, a acessibilidade em vias e órgãos públicos e a reserva de vagas em estacionamento para idosos. Ela também tratou da gratuidade do transporte público e da necessidade de existirem centros públicos para pessoas da terceira cidade, já que muitas famílias não podem arcar com o custo de cuidadores.

A parlamentar afirmou que vai enviar cópia da correspondência para os demais deputados e pediu a atenção de toda a Casa em torno do seu conteúdo, principalmente para as questões mais urgentes, como o acesso a exames e tratamentos de saúde. Ela citou o caso de uma idosa que esperou 11 meses por uma tomografia e veio a falecer sem realizá-la, tendo a sua família recebido o agendamento do exame semanas após a morte da paciente. O Dia do Idoso foi comemorado em 1º de outubro.

Nenhum comentário