Dr. Rey quer ser candidato a presidente do Brasil em 2018


A vitória inesperada de Donald Trump à presidência dos EUA deixou o cirurgião plástico Dr. Rey ainda mais esperançoso em governar o Brasil. Nascido em São Paulo, mas criado nos EUA, o Dr. Hollywood, como ficou nacionalmente conhecido, afirma que vai se candidatar à presidência da república nas eleições de 2018 e acredita na vitória.
“Vou tirar o Brasil da miséria”, prometeu ele, durante um discurso no sábado, na noite de autógrafos da sua autobiografia, no evento promovida pela “Revista Lagos”e pelo salão “Beach & Charm”, em Búzios, na Região dos Lagos.
Empresário e apresentador de TV, Roberto Miguel Rey Júnior, de 55 anos, diz que tem planos ousados para o Brasil e prometer acabar de vez com a corrupção e elevar a economia do país através da redução de impostos. Ele se espelha em ideias e no conservadorismo de Trump para mudar a nação.
“O comunismo não funciona no Brasil. Ele remove a motivação da pessoa. Se o comunismo é tão bom, por que o Brasil tem tanta miséria? Nos EUA não tem diferença entre o rico e o pobre. Vamos valorizar o indivíduo, baixar os impostos e criar o maior ambiente corporativo do mundo. Vou dar esperança para essa geração” afirmou ele, que cogita a pré-candidatura pelo Partido das Mulheres (PMB).
O cirurgião plástico diz que sempre sonhou em ocupar a cadeira de presidente da República e contou que vem investindo nesse projeto há anos. Rey relembra um episódio da sua infância numa igreja dos EUA e revela que já estava, desde então, predestinado a governar o país.
"Eu entrei numa igreja americana e o pastor veio em minha direção e perguntou o meu nome. Ele pegou colocou uma gota de óleo na minha cabeça e falou: 'escolha bem as suas escolas e estude bastante'. Eu estudei tanto que não beijei meninas até os meus 24 anos. Não ia à festa, não saia com ninguém.... Eu fiz exatamente o que ele falou: 'Porque no fim da sua vida, você voltará para a sua gente e tirará a sua gente da miséria'. A televisão e o Dr. Hollywood foram passos para isso. Tenho 23 companhias e 35 clínicas no Brasil, e já ajudei muitos, mas isso é um passo de cada vez. Agora, finalmente, estou numa posição que eu possa levar uma nação".
Dr. Rey foi candidato a deputado federal em 2014, quando recebeu 21.371 votos e não foi eleito. Ele credita à derrota ao fato de não ter se rendido à corrupção no país.
"Fiz a minha campanha honestamente. Desgastei três sapatos em três meses de campanha, de porta em porta. No Brasil, o voto é comprado, por isso que eu não ganhei. No fim do dia das eleições me pediram um 'cachêzinho'. Eu venho de outro planeta. Eu vejo o Brasil objetivamente, e o país precisa de alguém de fora, que não tem a lama da política. Politicagem é ruim. Eu venho não só de fora da política, mas de outro planeta. Eu já sou milionário. Vou pagar a minha própria campanha e não dever favores. O Trump ganhou e pagou a campanha dele. Ele deve zero favores. Tudo o que eu fiz na minha vida foi pensando em um dia ser presidente do Brasil”.

Nenhum comentário