O escolhido de Temer


Após muito relutar e dizer ‘não’ seguidas vezes, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, confidenciou à família que pode se candidatar a presidente do Brasil, pelo PSD, no qual é filiado há poucos anos. A ideia é bem vinda em partidos da base, mas não muito por tucanos. Porque o vice deve ser do PMDB, indicado pelo presidente Michel Temer. O nome de Meirelles é o único do atual Governo que acalma o mercado, benquisto por banqueiros e com credibilidade internacional. Apesar de sua passagem como consultor de Joesley Batista e da facada com mais impostos no brasileiro.

http://opiniaoenoticia.com.br

Nenhum comentário